SEGURANÇA PÚBLICA: Polícia Civil cumpre mandados judiciais nas cidades de Quedas do Iguaçu e Palmas.

Imagem / Ilustração/PC/PR.

A Polícia Civil do Paraná cumpriu nesta manhã de quarta-feira (06), quatro mandados de prisão e quatro ordens de busca e apreensão nas cidades de Quedas do Iguaçu, Francisco Beltrão e Palmas.

Os mandados fazem parte da segunda etapa de uma operação de repressão qualificada denominada Obsidio (cerco em latim), que teve a primeira fase deflagrada no dia 09 de junho de 2022.

Nesta oportunidade, foram apreendidos valores em dinheiro, entorpecentes (crack), aparelhos celulares e uma arma de fogo, com duas pessoas presas em flagrante.

Esta operação, por sua vez, é fruto de uma força-tarefa instalada na cidade de Quedas do Iguaçu desde maio do corrente ano, cujo objetivo principal é a investigação dos homicídios registrados na comarca e os crimes com eles relacionados, notadamente o tráfico de drogas.

Durante o trabalho desenvolvido até o momento foi possível identificar a presença de facções criminosas na cidade de Quedas do Iguaçu e Palmas que exerciam o controle de bairros inteiros por meio de violência e ameaças, exercendo a narcotraficancia de forma organizada e exclusiva.

Um dos líderes do grupo, exercia todas as atividades de coordenação de dentro da Penitenciaria de Francisco Beltrão, onde se encontra preso.

Muitas dessas ordens eram repassadas a outro integrante do grupo, que, junto a sua companheira, agia como um dos bracos externos da organização criminosa em Quedas do Iguaçu e Palmas, mesmo estando sob monitoração eletrônica (tornozeleira).

Os contornos profissionais dados as atividades, sempre com uso de violência e constrangimento as pessoas de bem, que se viam reféns dos mesmos, a dedicação exclusiva ao crime, como escolha de vida, chama atenção.

Registros de transações de compra e venda de pontos de droga, com declarações assinadas por testemunhas alheias mundo do crime, atestando a propriedade das biqueiras compõem o conjunto de provas, junto a declarações da existência de negócios de fachada, apenas para camuflar a venda de drogas, atividade para a qual se dedicam 24 horas por dia.

Além disso, foram encontrados registros que indicavam o planejamento de um "tribunal do crime" prestes a acontecer na cidade de Quedas do Iguaçu, onde uma pessoa já teria tido seu "julgamento de morte" decretado pela facção criminosa e passaria por essa espécie de última instância, sendo sua execução pelas mãos dos faccionados fato certeiro se não fosse a pronta intervenção através das prisões de hoje, amparada pelo Ministério Público e Poder Judiciário locais.

Hoje foram cumpridas as ordens judiciais, com a prisão de 4 pessoas e a apreensao de 02 veículos, valore em dinheiro, celulares e outros itens importantes para a continuidade das investigacoes com a participação de 25 Policiais da 15a SDP e Policias da DENARC.

A forca tarefa acontece em comunhão de esforços entre a Delegacia de Polícia de Quedas do Iguaçu com participação de policiais da DENARC de Curitiba, sob coordenação da 15a Subdivisão Policial de Cascavel.

Como resultado global, a força-tarefa computa até o momento 21 prisões, sendo 6 por tráfico de drogas e 7 relacionadas a homicídios, 5 relacionadas a armas de fogo.

As investigações seguem até o completo esclarecimentos dos fatos.

Via / PC.

 

RRMAIS.COM.BR “Notícias com Credibilidade” – Guaraniaçu-Pr.

** Envie fotos, vídeos, sugestão de pautas, denúncias e reclamações para a equipe Portal RRMAIS.com.br pelo WhatsApp (45) 9 9132-8230.

Galeria de imagens

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8